MACROESTRATÉGIA SEMANAL: MAIS UMA SEMANA MAIS CURTA

RELATÓRIO FOCUS

SEGUNDA PRÉVIA DO IGP-M DE NOVEMBRO REGISTROU -0,35%

M.DIASBRANCO - resultado 3T18

LINX - resultado 3T18

SENIOR SOL - resultado 3T18

CEMIG - resultado 3T18

BALANÇO SEMANAL: SEMANA MAIS CURTA, MAS NÃO MENOS INTENSA

DIA A DIA DO MERCADO: TRANSIÇÃO

RAIADROGASIL - Relatório de Recomendação

Um mercado ainda agitado, mesmos com a semana mais curta pelos feriados do Dia da Consciência Negra no Brasil nesta terça-feira e de Ação de Graças nos EUA, na quinta-feira. No exterior as movimentações giravam em torno das negociações dos EUA com a China e a possibilidade de uma parada no ciclo de ajustes da taxa Fed Funds, na Europa o Brexit e os impasses no acordo fiscal da Itália chamavam atenção. No Brasil seguiam as articulações em torno da formação do governo Bolsonaro. Hoje foi confirmado Roberto Castelo Branco para a Petrobras.

Sobre a estatal teremos nesta semana a votação do projeto de cessão onerosa no Senado, prevista para esta quarta-feira, dia 21. Amanhã o Congresso funciona e Eunício Oliveira deve chamar a urgência para a matéria. Lembremos que esta lei define a revisão do contrato da União com a Petrobras, liberando o governo para o leilão do pré-sal em 2019, o que deve gerar um caixa de R$ 100 a R$ 130 bilhões, sendo R$ 30 bilhões para a estatal.

Na formação do governo, já foi confirmado, na semana passada, Roberto Campos Neto para o BACEN, Joaquim Levy para o BNDES e Mansueto Almeida para o Tesouro. Sobre Campos Neto, um receio é que possa cadenciar os avanços institucionais do BACEN, no que tange à comunicação com o mercado, através de vários comunicados e relatórios (Trimestral de Inflação), tendo-se como pano de fundo a reunião do Copom, sua ata e o Sistema de Metas de Inflação.

A comunidade financeira internacional e a grande imprensa aprovaram os nomes da equipe econômica. Para o jornal WSJ, os "falcões fiscais estão de volta", referindo-se a Joaquim Levy e Paulo Guedes, sem esquecer Mansueto Almeida. Um forte ajuste fiscal acabará inevitável. Lembremos que, para estabilizar a dívida bruta e gerar um superávit primário próximo a 2% do PIB, o ajuste precisa totalizar mais de R$ 300 bilhões, o que já é uma tremenda ambição.

Um pouco em função disso, o mercado segue desconfiado, se refletindo na "batida em retirada" dos investidores estrangeiros por estes dias. A pergunta que todos se fazem é a seguinte: como deve avançar a reforma da Previdência? É para valer ou será uma "meia sola"?

Nos EUA, as expectativas se voltavam para os encontros de Donald Trump com os dirigentes chineses. No fim de semana tivemos o encontro dos líderes da Ásia-Pacífico, na qual foi dito "que os EUA só devem retirar as tarifas se a China mudar a política comercial".

Com isso, não tivemos um comunicado final neste encontro dos 21 países asiáticos. Ao fim deste mês, no entanto, Trump se reúne com Xi Jinping e as expectativas são melhores no G-20 da Argentina. Em entrevista na semana passada, Trump disse que a "China quer um acordo comercial e os EUA esperam fechar esse acordo". Bons ventos nos esperam.

Retornando ao Brasil, Bolsonaro vai a Brasília nesta semana para reuniões com a equipe de transição. Alguns focos de crise continuam, como a saída dos cubanos do "Mais Médico" e levantadas suspeitas contra a futura ministra da Agricultura, Thereza Cristina, e o chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, de terem usado "caixa dois" do Lava-Jato.

Na Câmara, uma agenda bem carregada, com vários projetos na fila. Temos a securitização da dívida dos Estados, que permite a governadores e prefeitos venderem créditos que têm a receber, a participação de estrangeiros nas empresas aéreas, a divisão de recursos da loteria, o Simples Nacional, a nova Lei de Licitações, o novo Cadastro Positivo e a MP que cria o Fundo Ferroviário.

Na agenda da semana, dentre os indicadores, destaque para o IPCA-15 de novembro na sexta-feira, podendo vir com deflação, a arrecadação federal e o CAGED em data ainda a definir. Na Europa o BCE divulga ata da reunião de política monetária de outubro na quinta-feira. Já a OCDE divulga o PIB do terceiro trimestre na terça-feira de seus países membros e publica relatório de projeções globais na quarta, que pode sinalizar para onde vai a economia dos mais ricos. No Japão, tem CPI de outubro na quarta-feira.

Nos EUA, a semana também é mais curta pelo feriado de Ação de Graças (quinta-feira). Entre os indicadores mais relevantes temos as encomendas de bens duráveis (outubro), indicadores antecedentes e Confiança do Consumidor da Universidade de Michigan, todos na quarta-feira. O PMI composto de novembro sai na sexta-feira.

Na agenda do dia, na Pesquisa Focus a projeção do IPCA, ao final de 2018, recuou de 4,23% na semana anterior para 4,13%. Já a estimativa da taxa de câmbio ao final de 2018 permaneceu em R$ 3,70/US$ e R$ 3,76/US$ ao final de 2019. Por fim, a segunda prévia do IGP-M de novembro recuou para -0,35%, após registrar +0,97% na mesma leitura do mês anterior. A desaceleração do índice foi puxada pelo IPA, passando de +1,24% em outubro para -0,62% em novembro.

Leia mais >>

Lopes Filho

Consultoria de Investimentos

História, compromisso e independência.

Em 1977 nascia aquela que logo se tornaria a maior assessoria técnica e de informações do País: a Lopes Filho & Associados, Consultores de Investimentos. Desde então, a Lopes Filho tornou-se referência na área do mercado financeiro e de capitais.

Organizada em quatro departamentos base - Análise Fundamentalista, Análise Gráfica, Análise de Risco e Estudos Macroeconômicos - , a Lopes Filho conta com uma Equipe especializada de analistas altamente capacitados e com vasta experiência. Essa estrutura permite à Lopes Filho oferecer uma consultoria diferenciada e de alta qualidade, que, além dos Relatórios de Análse que emite, privilegia o contato pessoal com o cliente.

Em seus anos de tradição e destaque, a Lopes Filho construiu uma diversificada carteira de clientes, que abrange todos os segmentos da comunidade financeira nacional.

A Lopes Filho identificou novas necessidades e oportunidades no setor ao longo dos anos. A partir daí, além de todo o serviço de consultoria especializada na área de Mercado de Capitais, desenvolveu e lançou novos serviços: LFRating, Onde Investir e RISKbank.

Ética,
acima de tudo.

Conheça o Código de Ética e o Manual de Procedimentos

Código e Manual.pdf

Clique no ícone abaixo para fazer download

Contatos

Fale com a Lopes Filho

Telefone: +55 21 2272-9600

FAX: +55 21 2240-2828


Email: comercial@lopesfilho.com.br

Cotações

Dados não disponíveis.

Dados não disponíveis.

Dados não disponíveis.

Dados não disponíveis.

Dados não disponíveis.

Dados não disponíveis.

* Atraso de 15 minutos

Assessoria em Mercados de Capitais

Informações, análises e recomendações para Gestores de Recursos e Investidores Institucionais

A Equipe Lopes Filho trabalha para oferecer o material mais completo em informações e em anál;lises de qualidade. Constantemente atualizados, são Relatórios Indispensáveis para gestores responsáveis por grandes decisões em investimentos. Seja cliente e tenha acesso total as vantagens do AMC.

Informe Semanal

Panorama do Mercado de Ações na última semana, destacando as principais oscilações e perspectivas.

Carteiras Sugeridas

Alternativa de diversificação, conforme perfil do Investidor e objetivos da aplicação.

 

Mercados de Ações

Informaçõs e estatísticas fundamentais, tanto do mercado brasileiro quanto das bolsas internacionais.

Eventos e Benefícios

Histórico da evolução do capital social das empresas e os proventos distribuídos.

 

Análise de Empresas

Perfil, Atos e Fatos, demonstraçães contábeis e análise econômico-financeira das principais empresas.

 
 
 

Onde Investir

Informações dinâmicas para o investidor individual.

Onde Investir é o portal mais completo do País para quem procura informações dinâmicas sobre economia e empresas com ações negociadas na Bovespa. Recebe milhões de visitas por mês e é distribuído por inúmeros portais. Fundamental para investidores individuais que precisam estar antenados com o Mercado de Ações.

Análises

Acompanhamento da economia e dos mercados, com análises de empresas, gráfica, setorial e econômica.

Ferramentas

Simulador de custos ao investir na Bolsa, de alcance dos objetivos financeiros, cálculo do IR e conversor de moedas.

 

Cotações

Cotações online, índices internacionais, moedas, commodities, Ibovespa Futuro e ADRs.

Educacional

Cursos de análise fundamentalista e gráfica, guia do investidor, glossário do mercado e teste de perfil.

 
 
 

LFRating

Classificação das emissões de títulos privados e públicos

A LFRating funciona como agência de classificação de riscos, através de demanda, cobrindo a emissão de títulos nacionais privados e públicos. Formada por profissionais com grande experiência em avaliação corporativa, a LFRating avalia também riscos de instituições financeiras e cooperativas de crédito, além de risco de gestão.

Princípios

Independência entre processo e objeto de classificação, transparência dos fundamentos e capacidade técnica e ética dos envolvidos.

LFRating News

As últimas notícias relacionadas a classificação de riscos em notas objetivas e informativas.

 

Metodologia

Notas de rating de empresa ou de emissão só são atribuídas após um aprofundado estudo quantitativo e qualitativo.

 
 
 

RISKbank

Sistema de classificação de Risco Bancário

O RISKbank classifica e acompanha, sistematicamente, o risco e a performance de mais de cem bancos do Brasil. A ferramenta é capaz de detectar possíveis problemas nas áreas mais sensíveis dos bancos e, desta forma, orientar o investidor na definição de limites operacionais para cada instituição financeira. São divulgados relatórios trimestrais e individuais com análise qualitativa e quantitativa que expressão nossa opinião em relação ao risco de crédito do Banco.

Consultoria

Consultoria permanente sobre o mercado financeiro e bancos. Inclui trabalhos personalizados em parceria com o cliente.

Análise Setorial e Boletim

Trimestralmente é realizada uma análise do setor financeiro e mensalmente é divulgado o Boletim RISKbank com uma análise macroeconômica.

 

RISKnews

É realizado um acompanhamento ininterrupto das notícias dos bancos acompanhados e do setor bancário. Quando ocorre uma alteração de risco, um e-mail informativo é enviado ao cliente sob o título RISKnews.

Limites Operacionais

Tabela de Sugestões de Limites para aplicações em bancos adaptadas para o perfil de cada cliente.

 
 
 
desenvolvido pordenke